Seguidores

segunda-feira, 19 de março de 2012

PROFETA FULIGEM - curta metragem de |Ademir Esteves

título: profeta fuligem
curta_metragem de ademir esteves
Personagens
Profeta Fuligem - Aparentemente morador de rua, descalço, com aparência entre 45/50 anos, vestido de noiva.
Teodoro   - homem que visita o zoológico.  Também poderá ser um personagem feminino,efetuando-se a transformação nas falas.
Visitantes do Zoológico
ARGUMENTO
Teodoro visitando um zoológico qualquer, apenas percebido ao final de todo o roteiro, depara-se com o Profeta Fuligem, aparentemente um morador de rua. Estabelecem um diálogo sobre a existência de Deus.
tAKE 1
AÇÃO
MÚSICA. FADE IN  PARA ÂNGULO BAIXO NOS PÉS CALÇADOS DE TEODORO CAMINHANDO PELAS RUAS DO ZOOLÓGICO. CORTA PARA COPAS DE ÁRVORES E O SOL ENTRE AS FOLHAS.
TAKE 2
ÂNGULO BAIXO NOS PÉS DE PROFETA FULIGEM. A CAMERA SOBE PELO CORPO ATÉ AO CLOSE-UP. OS OLHOS DO PROFETA ESTÃO FIXOS PARA FRENTE. DISSOLVER PARA  OS PÉS DE TEODORO, SUBINDO PARA O CORPO E PARA OS OLHOS, QUE ESTÃO ESTRANHAMENTE FIXOS PARA A FRENTE.
TAKE 3
Profeta Fuligem
Está claro! Eu não julgo nada! Pareço com alguém que tenha perguntas? (SILÊNCIO) Bem, bem! Você me agride, evitando um encontro comigo.
Teodoro
(olha ao redor, estranhamente surpreso e quase sorri)
Eu não esperava ... uma  coisa ... dessas.
Profeta Fuligem
Tenho pavor quando penso nisso: estar diante do fracasso. Deve saber do que estou falando. Falo da degradação que chegou: você e todo o mundo. Então, de repente, entram num sonho e acreditam que podem vir bater nas portas dos anjos, clamando piedade. Responda-me, por que não veio antes, quando havia tanta oportunidade para a redenção?
Teodoro
Do que é que o senhor está falando? o senhor...
Profeta Fuligem
Fuligem... Chame a mim de Profeta Fuligem, é o quanto basta.
Teodoro
ah, sim! um profeta? (sorri)
DOLLY OUT para leões.  Depois para pássaros. Depois para macacos. (Não mostrar as jaulas). DOLLY OUT para o rosto de Teodoro.
Teodoro
(irônico) Que venham as suas parábolas...
Profeta Fuligem
Animei-me excessivamente para entender as coisas, digo de coração aberto e, talvez triste: apenas convivi com o que havia ao meu redor. Bem, tenho perguntas sim... Entretanto... Pode ser que seja dono de uma alma com boas intenções, todavia não devo abrandar minhas impressões por tão pouco. O caminho que vocês escolheram calcou marcas profundas em nós, a tal ponto que estamos perto de nos tornarmos impacientes com quaisquer atitudes tomadas pelos homens. E isso é tudo.
Teodoro
(hipnotizado) Somos inimigos de Deus?
Profeta Fuligem
Não arrisque dizer o nome de Deus. você não é digno... vocês são indignos Dele.
Teodoro
(hipnotizado)E, se ao despertar, renegar minha vida, meus bens, meus desejos, ainda poderei chamá-lo de Pai?
take 4
QUICK MOTION - pelos caminhos do zoo, animais e pessoas andando pelos ambientes e olhando para trás quando a camera se aproxima como se houvesse alguem correndo ao encontro delas.
take 5
Teodoro
(hipnotizado)E, se ao despertar, renegar minha vida, meus bens, meus desejos, ainda poderei chamá-lo de Pai?
Profeta Fuligem
Acredita, sinceramente, que essa foi a única oportunidade que teve? Para quê foram criados com tamanha perfeição? Não utilizam nada da sabedoria que possuem. Nem sabem o que é melhor para cada um. Somente imploram o subsídio de Deus: "Se, eu ficar rico, vou ajudar um monte de gente. Faça-me ganhar na loteria. Amém." Consumo, rapidez, vaidade, volúpia... Horror, horror, horror!
ÁUDIO: ECOS DE "GRITOS" DE PAVÃO.
TEODORO OLHA ASSUTADO PARA UMA DIREÇÃO QUALQUER.
Época de acaslamento dos povões, ecoam noite e dia... noite e dia. (ENCARANDO PROFUNDAMENTE TEODORO) Quando penso nas lágrimas que derramamos em nome das criaturas! "Tira-me essa dor, meu Deus. Faça isso e acreditarei que o Senhor existe!"
ÁUDIO: ECOS DE VOZES HUMANAS DIFERENTES REPETINDO: "Tira-me essa dor, meu Deus. Faça isso e acreditarei que o Senhor existe!"
É, ouvi esse estilo de solicitação inúmeras vezes. Pouco se agradece, pouco se oferece, pouca sinceridade e tão pouca crença. Tudo decorado, como fazem os canastrões no palco. Um Pai Nosso e uma Ave Maria... Lembranças fúteis, que são repetidas às pressas e que oferecem alívio imediato: "estou em dia com os céus." Mediocridade! Com essa humilde pretensão de ser ouvido, arrefece ainda mais a indisposição dos anjos.
Teodoro
eu sou a sua escolha? Quer dizer: preciso mesmo te escutar e achar que isso me faria algum bem? Seria melhor que você contasse uma piada. Deus não enviaria alguém com tanta mágoa para me fazer crer em alguma coisa. (Tempo)
A CAMERA PASSEIA ENTRE OS OLHARES DE AMBOS DURANTE UM BOM TEMPO. O ÁUDIO EXECUTA, MAIS UMA VEZ, OS GRITOS DO PAVÃO E AS VOZES HUMANAS NA REPETIÇÃO DAS FRASES: "Tira-me essa dor, meu Deus. Faça isso e acreditarei que o Senhor existe!"


Profeta Fuligem
Sempre tive outra impressão sobre os anjos. Provavelmente a melhor impressão. A certeza que posso ter é a baliza do destino: o inferno! E como padecem os que para lá vão! E digo mais, não há fogo nem chibatadas naquele lugar. Há silêncio. Assombrosa quietude. Os que passam pelas celas perdem a voz, a audição, mas não o olfato, porque lá há um fedor cáustico, irreconhecível, nunca antes inalado por ninguém. E o pior, não há contato. Você vive só, num quadrado escuro e frio, paredes viscosas como pele de cobra e, nu... Sem ouvir e mudo, completamente, para sempre. (rindo) Bastam seus olhos pra me dizerem: você está com tanto medo de morrer...
FUSÃO DA BOCA RINDO DE FULIGEM PARA O CÉU ABERTO. DEPOIS COM NUVENS. DEPOIS COM NUVENS ESCURAS.
ÁUDIO: MÚSICA CONTUNDENTE, FORTE, ATÉ CULMINAR COM TROVÕES.
TAKE6
AÇÃO: PÉS DE TEODORO CORRENDO O CAMINHO CONTRÁRIO DO INÍCIO DO TAKE 1, SOB UMA FORTE CHUVA. FUSÃO PARA O ROSTO DE FULIGEM CHORANDO ATRAVÉS DA CORTINA DE CHUVA. FAD OUT.
AMANHECER. A CAMERA DESCE DAS COPAS DAS ÁRVORES  PARA OS PÉS DE TEODORO, VOLTANDO PELO CAMINHO DO INICIO.
VOZ DE PROFETA FULIGEM
Você voltou, Teodoro?!
TEODORO PARA DE CAMINHAR E VIRA-SE. FUSÃO PARA O ROSTO DE FULIGEM, SORRINDO COMO UM ANJO.
Teodoro
O senhor acha que um vestido de noiva representa uma profecia?
Profeta Fuligem
Um vestido de noiva é sempre um vestido de noiva. Apenas trapos para esconder... como papéis que registram leis assinados por quem nada significa diante de um vestido como esse. (sorri) Na verdade, Teodoro, encontrei essa roupa num saco de lixo, era o que tinha pra vestir sem que me visem nu ou demasiadamente nu.
Teodoro
(sorri) Por mais instigante que seja... ou simbólico... demente, acho que seria a palavra... não resisti em voltar e ver se realmente o senhor estaria aqui, no mesmo lugar... como uma atração circense... uma alucinação poderosa da minha embriaguês humana... não sei! Só sei que estou de volta... e quase acredito em alguma coisa maior que eu.
Profeta Fuligem
Pode ser que seja dono de uma alma com boas intenções, todavia não devo abrandar minhas impressões por tão pouco. O caminho que vocês escolheram calcou marcas profundas em nós, a tal ponto que estamos perto de nos tornarmos impacientes com quaisquer atitudes tomadas pelos homens. E isso é tudo. Talvez, quase tudo.
Teodoro
Somos inimigos de Deus?
FUSÃO RÁPIDA PARA A MÃO DE FULIGEM ESBOFETEANDO TEODORO. VOLTA PARA O ROSTO DE FULIGEM.
Profeta Fuligem
Aí você me pergunta: Deus é tão mau assim? (sorri, depois fica sério e quase chora) Ele está cansado! É mais um desistente. Faltam-lhe coragem e crença para continuar investindo na humanidade.
ÁUDIO: ECOS DE "GRITOS" DE PAVÃO.
Teodoro
O diabo venceu? 
FUSÃO RÁPIDA PARA A MÃO DE FULIGEM ESBOFETEANDO TEODORO.
Teodoro
O diabo venceu? 
FUSÃO RÁPIDA PARA A MÃO DE FULIGEM ESBOFETEANDO TEODORO.
Teodoro
O diabo venceu? 
FUSÃO RÁPIDA PARA A MÃO DE FULIGEM ESBOFETEANDO TEODORO.
SLOW MOTION PARA O ROSTO DE TEODORO ABAIXANDO PARA O CHÃO. OLHA PARA AS PRÓPRIAS MÃOS. SUAS MÃO SOBEM E AGARRAM A JAULA ONDE ESTÁ PRESO PROFETA FULIGEM. O PLANO ABRE PARA A VISÃO DO ZOOLÓGICO. APENAS OS DOIS ESTÃO NA CENA. TEODORO FORA, COM AS MÃOS PRESAS À JAULA E PROFETA FULIGEM EXPOSTO DENTRO DELA.
O ROSTO DE TEODORO ESTÁ BANHADO EM LÁGRIMAS, MAS SUA EXPRESSÃO É DE REPÚDIO.
Teodoro
o diabo venceu?
SILÊNCIO. ÁUDIO INICIA UMA MELODIA TRISTE, SUBINDO ATÉ O FINAL DA  CENA.
Teodoro
o diabo... sou eu?
PROFETA FULIGEM ATRAVESSA A JAULA COMO SE FOSSE ESBOFETEÁ-LO MAIS UMA VEZ, MAS CONSTERNA-SE E O ABRAÇA CHORANDO.
Teodoro
Como faz frio aqui!
Profeta Fuligem
(ainda com ele nos braços) Sim, faz! Não temos aquecedores, nem corações sinceros que venham preencher com hálito quente o vazio que o inverno trouxe. (Afasta-o) a verdade é que, sendo um sonho, será também autêntico quando sua letargia desaparecer completamente. Nem posso dizer que o amo. Nem posso dizer que o amo...
PROFETA FULIGEM SAI CAMINHANDO PARA LONGE. TEODORO ATRAVESSA A JAULA E SENTA-SE NUM TRONCO DE ÁRVORE. OS VISITANTES VÃO CHEGANDO PERTO PARA VISITAR A NOVA AQUISIÇÃO DO ZOOLÓGICO. ATIRAM PIPOCAS, GALHOS, ETC.
ZOOM-OUT
FIM/março/2012

Quem sou eu

Minha foto
ribeirão preto, são paulo, Brazil
CELULAR - 16 9147 9958 DRT 18 886 SP